HOME

5 de junho de 2017

#RESENHA - A Árvore dos Anjos por Lucinda Riley

Título: A Árvore dos Anjos
Autor: Lucinda Riley
Editora: Arqueiro
Páginas: 496
Idioma: Português
ISBN: 8580417112
Ano de Lançamento: 2017
Livro cedido em parceria com a editora

Compre aqui: Saraiva | Livraria da Travessa

SINOPSE: Trinta anos se passaram desde que Greta deixou de morar no solar Marchmont, uma bela e majestosa residência na região rural do País de Gales. A convite de seu velho amigo David, ela decide retornar ao lugar para comemorar o Natal. Porém, devido a um acidente de carro, Greta não tem mais lembranças da época em que vivia na propriedade, assim como de boa parte de seu passado.
Durante uma caminhada pela paisagem invernal de Marchmont, ela encontra uma sepultura no bosque, e a inscrição na lápide coberta de neve se torna a fagulha que a ajudará a recuperar a memória.
Contudo, relembrar o passado também significa reviver segredos dolorosos e muito bem guardados, como o motivo para Greta ter fugido do solar, quem ela era antes do acidente e o que aconteceu com sua filha, Cheska, uma jovem de beleza angelical... mas que esconde um lado sombrio.
Da aclamada autora da série As Sete Irmãs, A Árvore dos Anjos é uma história tocante sobre amores e perdas, sobre como nossas escolhas de vida podem tanto definir quem somos como permitir um novo começo.


Uooow, que livro é esse. Começou de um jeito e tomou proporções épicas que não previ. A Árvore dos Anjos é um livro narrado em terceira pessoa e vai nos contar a história de 3 gerações: mãe, filha e avó. Ele intercala presente e passado, mas o passado prevalece.

Quando começamos a lê-lo percebemos que Greta não tem memória, a qual ela perdeu em algum acidente que não é revelado imediatamente. Ela acaba indo para Marchmont, onde uma vez morou - e que foi recentemente reformado devido a um incêndio que não sabemos quando foi e nem se alguém se feriu - a pedido de seu amigo de longa data, David. Lá ela começa a lembrar de alguns flashes enquanto David conta algumas partes da história pra ela, a fim de reviver suas memórias. É aí que o passado entra. A história inicia no presente, em 1985, volta ao passado no final da Segunda Guerra enquanto Chesca se lembra e depois volta novamente ao presente até o momento que ela se recorda.
E quando ela olhou para a casa e, em seguida, para os seus pés submersos na neve, uma memória repentina surgiu: eu já estive aqui antes.

No fim da Segunda Guerra, Greta com 18 anos se encontra perdida e acaba saindo de casa por causa da mãe negligente. Isso e o fato de que ela tem um enorme desejo de se tornar uma atriz de renome, Greta entra para a Windmill Theatre, onde infelizmente aceita um número como dançarina, já que precisa se sustentar sozinha. Ela conhece seu amigo David aí. 

Nesse ínterim, ela também conhece Max, um veterano de guerra a caminho para casa nos EUA e eles acabam tendo um caso amoroso e ficam noivos. É o primeiro grande amor da vida de Greta, mas ela esconde dele o fato de que dança à noite quase nua para um grande número de homens. Na véspera de irem para os EUA, Max é convencido a ir se despedir dos meninos em Windmill e dá de cara com Greta. Furioso, ele vai embora e nunca mais entra em contato com ela.

Ela pensou que, horas antes, havia aparecido quase nua diante de homens que nem sequer conhecia. Por que se envergonharia de oferecer a dádiva de sua inocência e fazer amor com o homem com quem ia se casar?
Grávida, Greta se vê perdida e desolada novamente, e vendo o desespero da amiga, David oferece uma cabana para ela em Marchmont, no País de Gales, para ter seu bebê com tranquilidade e longe das línguas fofoqueiras. Depois de alguns anos e algumas tragédias - porque a vida de Greta é uma tragédia sem fim - ela acaba voltando para Londres com a filha Cheska.
Tinha um forte pressentimento de que a chegada de Greta a Marchmont mudaria o destino de David. E, por alguma razão desconhecida, também o dela.
Quando tudo parece dar errado e estar sem saída, Cheska consegue um papel em um filme devido a percepção e ajuda de David. É aí que as coisas começam a melhorar, mas as tragédias na vida de Greta estão longe de acabar.

Depois de algumas desilusões amorosas, Greta fica cética com relação ao amor e acaba dando tudo de si para Cheska e a carreira da filha, deixando as vontades e os desejos dela própria de lado. O resultado disso é uma Greta séria e fria, o que mais pra frente vai desencadear uma série de problemas.

Embora o livro não seja excepcional, em meu primeiro contato com a autora não poderia ficar mais impressionada. O livro é tão complexo e completo que te deixa sem fôlego. Ele tem tantas reviravoltas que é impossível saber onde a história vai dar até as últimas páginas. 

Em várias partes senti raiva, tristeza, felicidade, pena, esperança. O livro conseguiu trazer todas essas emoções de um jeito muito forte. Apesar de a história ser narrada em quase 500 páginas, valeu cada minuto que gastei nela. Afinal, não é qualquer autor que consegue prender a atenção do leitor desde a primeira página até a última. Riley está de parabéns. 
O amor é uma coisa muito estranha, Cheska. Ele pode mudar sua vida, fazer você fazer coisas que, à luz do dia, você saberia que estavam erradas.

Comente com o Facebook:

12 comentários :

  1. Oi, Anne. Não conheço bem a autora e achei a história meio confusa kkk quando tem tantas interlocuções entre passado e presente, e vem de três gerações, não sei bem se conseguiria entender, sou meio perdida. Mas gostei do seu ponto de vista.
    Beijo!
    Leitora Encantada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Consegue sim Miriã. Apesar de ser 3 gerações e passado e presente, a autora conseguiu deixar a história muito clara aos olhos do leitor. Não tive dificuldade nenhuma para lê-lo. Dê uma chance! Beijos.

      Excluir
  2. Oii Anne.
    Eu ainda não estou na vibe de retomar os dramas mas fiquei um tanto interessada na premissa desse livro. Parece ser muito bom.
    Amei suas fotos.
    Beijos.

    Fantástica Ficção

    ResponderExcluir
  3. Olá, eu tenho esse livro e eu quero muito ler pois estou louca para saber mais sobre a vida de Greta estou com altas expectativa com esse livro. Amei a resenha

    ResponderExcluir
  4. Oie, Anne

    Segunda resenha e já estou de olho nesse livro.
    A capa é linda e lindas fotos também.
    Eu gosto disso de alternar passado e futuro, me instiga mais. E fiquei bastante curiosa pra saber mais sobre a perda de memórias e a vida tão sofrida da Greta.
    Espero ler em breve.

    bjs
    Fernanda
    http://condutaliteraria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Uau uau anne!! Já coloquei na lista do skoob, parece maravilhoso o livro!
    Adoro essas reviravoltas todas! Isso prende a gente.
    As fotos ficaram maravilhosas tb, quero essa meia pra mim!! hahaha
    Bjo

    osenhordoslivrosblog.wordpress.com

    ResponderExcluir
  6. Olá, tudo bom?
    Que fotos mais amorzinhos, eu amei! haha Sua resenha ficou ótima, eu tenho visto só comentarios positivos sobre este livro! A capa dele me chamou a atenção desde que lançou. Pretendo ler em breve.
    Beijos, Yasmim.

    Blog: http://literarte.blog.br
    Insta: instagram.com/blogliterarte/

    ResponderExcluir
  7. Heey!
    Eu estou simplesmente apaixonado por esse livro e preciso te-lo em minhas mãos agora rsrs. Parabéns pela sua resenha e as fotos ficaram otimas (que esse dom caia sobre mim, amém).
    Abraços.
    http://diarioleitorblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Parece ser uma história e tanto! Fiquei louca para ler. Ótima resenha.

    Beijinho, Laila
    entretodososlivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Parece ser uma história e tanto! Fiquei louca para ler. Ótima resenha.

    Beijinho, Laila
    entretodososlivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Oie Anne!

    Eu adorei esse livro, foi uma leitura maravilhosa! Sua resenha resumiu muito bem todos os pontos principais da obra. Ah, parabéns pelas suas fotos, elas ficaram divinas!

    Beijos!

    Hellen Cristhi
    Cuca Literária

    ResponderExcluir
  11. Oi Anne!
    Primeiro quero dizer que eu amei as suas fotos! Segundo que gostei muito da resenha, eu não sabia que o livro abordava três gereações de uma família. Fiquei curiosa para saber como a autora vai abordar o tema sem ficar muito enrolativo. Um fato que me chamou bastante atenção foi de ter um breve cenário da Segunda Guerra e Pós-Guerra, pois adoro livros que englobem isso como pano de fundo. Já fiquei curiosa para ler o livro e espero gostar tanto quanto você.

    beijinhos!
    https://leiturize-se.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Assine a Newsletter

LINK ME!

Literatura Estrangeira

Mais Recentes

Literatura Estrangeira - Copyright © 2016 - Todos os Direitos Reservados